Trilha em Florianópolis: 20 opções para se aventurar ao ar livre

Trilha em Florianópolis

Atividades ao ar livre, como fazer trilha, tem tudo a ver com as estações mais quentes do ano. Durante o inverno, bate aquela preguiça de sair de casa e há quem não dê a devida atenção para esse tipo de prática ao longo dos dias frios.

A questão é que o outono e o inverno são as melhores épocas para se fazer trilha em Florianópolis, pois apresentam temperatura mais amena e menores chances de chuva — uma condição climática que pode interromper a atividade.

Muitas trilhas possuem elevação, ou seja, mudanças de altitude ao longo da caminhada. Algumas passam por encostas ou lugares muito íngremes, então não é uma boa ideia fazê-las com chuva.

Quem gosta de trilhas acaba fazendo uma atividade que é bastante contemplativa. Pode parar durante o percurso para fotografar, meditar ou simplesmente admirar a paisagem que se encontra ao redor.

Fazer isso em um dia quente demais, cercado de mosquitos e com excesso de umidade, acaba tornando o passeio desconfortável, principalmente para as crianças e quem não está acostumado à atividade, mas quer participar.

Quer fazer trilha em Florianópolis? Aqui tem uma lista com 23 sugestões para se aventurar ao ar livre.

21 opções de trilha em Florianópolis

1. Trilha do Morro do Forte

Também chamada de Trilha da Cruz, a Trilha do Morro do Forte é uma caminhada tranquila sobre  o morro que separa três praias: Forte, Daniela e Jurerê.

O início da trilha é em uma escadaria que possui uma grande cruz, no alto da via Servidor José Cardoso de Oliveira. O caminho se estende por uma calçada e depois por um terreno rochoso.

2. Trilha do Mirante Canajurê

Canajurê é uma pequena praia localizada entre as praias de Canasvieiras e Jurerê, no norte da ilha de Santa Catarina.

Sim, a praia é pequenina e possui muitas pedras, que garantem fotos sensacionais com um belo fundo com mar e vegetação nativa.

A caminhada é tranquila e pode ser feita por toda a família.

3. Trilha da Barra do Sambaqui

Localizada no bairro do Sambaqui, a trilha começa em uma estrada de terra e meio à pastagem de gado. Passa ao lado de propriedades privadas e segue até outra estrada, dessa vez de grama.

A partir daí, a caminhada se dá em meio à vegetação local, com trechos de subida. Depois de trinta minutos, você chega no topo do morro e tem uma visão privilegiada da região. Uma dica: surpreenda-se indo no fim da tarde para ver o pôr do sol.

4. Trilha das Feiticeiras

A proposta da Trilha das Feiticeiras é ser uma versão local do Caminho de Santiago de Compostela, com a vantagem de tomar um banho de mar no fim do percurso.

Ela faz a ligação entre as praias Brava e Ingleses. Sendo assim, você pode partir de qualquer um dos extremos.

Trata-se de uma trilha considerada de fácil acesso, que percorre a mata e proporciona sombra durante o trajeto. O caminho é bem demarcado e são 2 km de percurso.

5. Marina do Costão

A trilha Marina do Costão é longa, mas seu nível de dificuldade é leve. Possui poucos declives e aclives, então pode ser aproveitada por toda a família.

O trajeto percorre a extensão da Praia do Santinho. Passa pelas dunas e Praia dos Ingleses, onde é possível admirar ou aproveitar o mar calminho e a paisagem exuberante.

Quem gosta de aventura, pode escorregar pelas dunas e cair direto na água. Se estiver por lá no fim da tarde, observe as luzes do centrinho dos Ingleses.

6. Trilha Costa da Lagoa

A próxima trilha em Florianópolis é a Costa da Lagoa da Conceição. Você pode adentrar a região da lagoa em um barquinho ou percorrer os 7 km de trilha com trechos leves e moderados.

Prepare-se para encontrar pedras, subidas e descidas. Ao longo do caminho, placas contam a história do local.

7. Topo do Morro dos Ingleses

A trilha do Topo do Morro dos Ingleses começa no canto esquerdo da Praia do Santinho. Trata-se de um percurso moderado, porque apresenta subidas e descidas no começo e no fim.

Quer saber o que tem no topo do Morro dos Ingleses?

A chegada no fim da trilha tem um mirante de pedras e uma vista panorâmica espetacular das praias dos Ingleses e Santinho.

8. Trilha do Caminho do Morro do Lampião

Seguindo a lista das trilhas em Florianópolis, esta é considerada leve. Sendo assim, é ideal para iniciantes e famílias.

O começo tem aproximadamente 30 minutos de subida, mas é possível ir parando para admirar a Lagoa da Conceição e a parte Sul da ilha.

Aproveite ainda para ver o Pico do Tabuleiro e o Morro do Cambirela.

9. Trilha das Dunas Costeiras

As dunas são características do visual da Praia do Santinho, sendo do tipo enseada. Esses montes de areia deixam o ambiente especial.

Entre as dunas é possível fazer trilha e conhecer esse espaço de 91,5 hectares tombado pelo patrimônio natural e paisagístico da ilha.

As crianças adoram, pois é possível descer as dunas escorregando.

10. Trilha da Lagoinha do Leste

A trilha da Lagoinha do Leste é uma das mais famosas de Floripa. O seu trajeto é lindo e muito bem sinalizado, portanto, dispensa a contratação de guia.

Prepare-se para caminhar por cerca de 1 hora e passar por trechos de subida. Isso exige um bom preparo físico.

O caminho prepara outras surpresas, como barraquinhas que vendem água. No caminho, faça uma parada na Pedra da Coroa.

11. Trilha da Volta ao Morro das Aranhas

Das trilhas em Florianópolis, essa é a mais completa do Norte da ilha. Ela reúne, em uma caminhada, todos os ecossistemas da região:

  • Mata atlântica;
  • Restinga;
  • Dunas;
  • Praias;
  • Lagoa de água doce.

O percurso tem 4,5 km e pode ser feito em aproximadamente duas horas e meia. O começo é pelo Costão e a volta pelo meio das dunas.

Dica extra: no meio do trajeto há uma lagoa para se refrescar.

12. Trilha do Topo do Morro das Aranhas

Trilha em Florianópolis

Se você gosta de altura, aqui tem uma trilha em Florianópolis com direito a uma paisagem muito bonita.

A trilha do Topo do Morro das Aranhas te leva a 225 metros de altura. De lá, a vista é para as praias do Santinho e dos Ingleses, além das ilhas do Badejo e do Arvoredo.

Do lado oposto você verá a Barra da Lagoa, Lagoa da Conceição e Praia do Moçambique. De longe podem ser vistos os morros que ficam na Praia da Armação, no Sul da ilha.

A subida é íngreme e exige fôlego. Utilize um calçado com piso aderente, pois há trechos de pequenas pedras que, quando estão soltas, podem te fazer escorregar.

13. Trilha do Morro do Rapa 

A trilha do Morro do Rapa fica no Norte da ilha e possui cerca de 3 km. A caminhada dura aproximadamente 1 hora e meia e é leve.

14. Trilha da Praia do Moçambique

A próxima trilha em Florianópolis é a da Praia do Moçambique, que passa pelos costões rochosos de Ponta do Calhau Miúdo, Ponta das Aranhas e Ponta do Lageado.

Considerada uma das mais belas de Floripa, a Praia do Moçambique tem 12,5 km de extensão. Caso queira entrar no mar, cuidado! Ele é bastante agitado e ideal para a prática de surfe. Aproveite para relaxar e curtir o visual. 

15. Trilha do Caminho da Gurita

Trilha com bares, restaurantes e até uma cachoeira? Tem em Florianópolis.

A trilha do Caminho da Gurita tem um trajeto fácil de ser percorrido, que dura aproximadamente 1 hora. É bem plano e conta com uma bela paisagem.

Ao longo do caminho, você vai se deparar com as ruínas de um engenho, um tipo de usina, sendo de uma construção do século XIX.

16. Trilha dos Naufragados

A Trilha dos Naufragados é a que dá acesso à praia de mesmo nome. Essa praia é cheia de mistérios, sabia? Há barcos da época da colonização que acabaram naufragando por ali.

Mistérios à parte, o percurso é marcado pela Mata Atlântica e monumentos históricos. Pode ser percorrida em 50 minutos e é uma das favoritas dos amantes da natureza e da história.

17. Trilha do Caminho Ecológico

De caminhada leve, que pode ser feita em cerca de uma hora e meia, a Trilha do Caminho Ecológico é uma excelente sugestão para fazer com a família. Proporciona o encontro com a fauna e a flora da ilha.

Aproveite para observar nas rochas as inscrições rupestres, que são as marcas dos povos que habitavam a região bem antes de os portugueses chegarem por aqui. É um museu arqueológico ao ar livre, portanto, não toque nem destrua as inscrições.

18. Trilha do Índio

A Trilha do Índio começa na Fortaleza da Barra e vai até a Praia da Galheta, que na prática é uma continuidade da Praia Mole.

Aproveite para contemplar outras praias da região a partir do Mirante do Índio. Se quiser, leve a família, pois o grau de dificuldade do percurso é leve e a caminhada dura aproximadamente 1 hora.

19. Trilha para Matadeiro

A Praia do Matadeiro é a mais desejada pelos surfistas. Ela está em um lugar afastado e seu acesso pode ser feito caminhando.

A Trilha para Matadeiro começa na Trilha da Lagoinha do Leste. A partir dela, é necessário caminhar 8 km até chegar na praia.

16. Trilha da Galheta ou da Boa Vista

Há quem chame de trilha da Galheta; há quem chame de Boa Vista. Independentemente do nome, a trilha tem uma vista incrível e chega em uma praia de água transparente.

Suas duas horas de caminhada exigem preparo físico. Caso queira um caminho mais light, opte por começar na Barra da Lagoa, ao invés da Praia Mole.

20. Trilha da Cachoeira da Solidão

Para os amantes da tranquilidade e paz, a trilha da Solidão é cercada de morros cobertos de vegetação e vai até a praia de mesmo nome.

Como o nome indica, há uma cachoeira com águas claras. As crianças adoram! Quando chegar, procure pelo cipó amarrado na árvore e aposte em quem vai imitar o Tarzan e fazer saltos na água.

21. Trilha da Ilha do Campeche

A trilha fica na Ilha do Campeche, cujo acesso é feito de barco. Lá, atrás da praia, começa uma trilha que atravessa a ilha.

São apenas 800 metros de percurso, mas que te levam a uma viagem no tempo. A partir dela, é possível ver inscrições rupestres.

22. Trilha do Gravatá

Essa trilha em Florianópolis é uma das ideais para quem está começando nesse tipo de atividade. É uma caminhada curta e você pode fazer usando sandálias.

O trajeto permite admirar as paisagens da Praia do Gravatá, Praia da Joaquina e Praia Mole.

Caso faça de manhã, fique de olho no mar: existem colônias de lontras que aparecem ao amanhecer.

23. Trilha da Praia do Saquinho

A Trilha da Praia do Saquinho é uma das menos conhecidas. Ela começa na Praia da Solidão e é feita de cimento.

Esse caminho leva a uma comunidade de cerca de 20 famílias que vivem como os povos de antigamente: sem energia elétrica.

O lugar pode ser visitado, mas merece respeito do visitante.

Como se preparar para fazer trilha em Florianópolis

Se você não tem o hábito de praticar essa atividade e quer fazer trilha em Florianópolis de um jeito seguro, atenção para as dicas a seguir.

Roupa

A camisa deve ser de algodão, pois consegue absorver o suor e facilitar a transpiração. Na parte de baixo, escolha uma calça comprida de tecido leve. Bermudas são mais frescas, mas expõem as pernas às picadas de insetos.

Se a previsão de tempo indicar frio ou a trilha terminar em um local alto, leve um agasalho para se proteger do vento. Boné e chapéu protegem do sol.

Calçado

Os tênis devem ter sola antiderrapante. Se você tem o objetivo de fazer muitas trilhas, vale a pena investir em uma bota de trilha.

Evite apenas calçados muito justos, pois a tendência é que os pés fiquem mais inchados que o comum ao longo da caminhada.

E antes da trilha, apare as unhas dos pés, porque quando estão grandes acabam incomodando durante as descidas.

Alimentação

Trilha em Florianópolis

Leve bastante água, suco ou bebida isotônica. Nas caminhadas leves, o ideal é levar, no mínimo, um litro por pessoa e evitar as bebidas com gás.

Para comer, as melhores opções são os sanduíches, as frutas e as barras de proteína ou cereais. 

Mochila

Tudo o que for levar para a trilha deve estar na mochila. Evite as bolsas de alça ou tiracolo, porque é importante que mãos e braços estejam livres durante a caminhada.

Leve sacola plástica para recolher o lixo produzido, filtro solar e papel higiênico, além da água e do alimento. 

Atitude na trilha

Fazer trilha é uma atividade de cooperação, não de competição. Precisou de ajuda? Peça! Siga seu ritmo e pare sempre que precisar descansar ou o coração acelerar demais.

Caso esteja em grupo, procure ficar no começo da fila e deixe os últimos lugares para quem tem experiência.

Nos trechos mais íngremes, evite saltos para não arriscar escorregar ou torcer o tornozelo.

Se for surpreendido pela chuva, procure abrigo. Nesse tipo de situação, é importante evitar lugares altos e campos abertos.

Também é importante saber que da natureza, nada se tira, a não ser fotos. Evite ainda trilhas à noite e programe-se para voltar antes de o sol se pôr totalmente.

Avise alguém da família, um amigo ou o colaborador do hotel onde você está e diga o destino e que horas pretende voltar. Isso é importante para que essas pessoas peçam ajuda caso seja necessário.

No mais, para se preparar para uma boa caminhada, durma pelo menos 8 horas. Descanse para ir com o corpo relaxado.

Se vai fazer trilha em Florianópolis, escolha uma excelente hospedagem para descansar antes e depois da atividade. Coloque na lista os seguintes critérios para escolher:

  • Proximidade com a praia;
  • Estar em um bairro excelente;
  • Ter piscina e jacuzzi;
  • Contar com uma equipe que ajuda a organizar os passeios;
  • Ter um quarto muito confortável;
  • Ser próximo de excelentes restaurantes.

Venha fazer trilha em Florianópolis! Fique conosco no IL Campanario Villaggio Resort ou no Hotel Jurerê Beach Village e garanta o descanso necessário antes e depois dessas atividades ao ar livre.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.